Conheça o Autobridging

 

No dia 12 de maio de 2015, foi ativada a “feature” chamada “autobridging”, motivo de muito trabalho do time da Ripple Labs, e que já mostra seu impacto nos orderbooks do ripple.

Autobridging foi o nome escolhido para uma funcionalidade pensada lá no começo do Ripple, que automatiza o uso do XRP como “bridge currency” ou “moeda ponte”.

 

O que isso quer dizer?

 

O XRP sempre funcionou como “bridge currency” no ripple para pagamentos. O algoritmo chamado “Path_Find” (encontrar caminho) busca o caminho mais barato para que um valor no ripple possa transitar da conta A para a conta B. Isso quer dizer que se Alice quer pagar Bob, “Path_Find” vai procurar as moedas que Bob aceita como pagamento, as moedas que Alice tem em sua conta, e calcular as alternativas mais baratas para que Bob receba a quantia exata e Alice pague o menos possível.

Então, supondo que Bob só aceite Euros e Alice só tenha Reais e XRP, e que alice queira enviar 10 Euros para Bob, “Path_Find” irá calcular como isso pode acontecer – e pode acontecer de muitas maneiras diferentes. Pode ser consumindo uma simples ordem EUR/BRL, ou XRP/EUR, ou com mais passos no caminho, passando por diferentes moedas, como BRL > XRP > BTC > EUR, tudo automaticamente.

Algumas pessoas estranham ao ver que, às vezes, é mais barato fazer um pagamento usando o pathfind do que tomar uma ordem diretamente de um orderbook. Isso acontece porque às vezes é mais barato, por exemplo, comprar XRPs com Reais e depois comprar Euros, do que comprar Euros diretamente com Reais. O truque é que essa liquidez que torna o pagamento mais barato não é visível nos orderbooks em alguns casos, principalmente para os ativos menos líquidos.

Bom, mas agora os traders já podem ter uma visualização muito melhor da liquidez disponível no ripple, graças ao Autobridging. Quer dizer, agora o XRP, que já funciona como bridge currency para pagamentos, também funcionará para o cruzamento de ordens de compra e venda, e tudo isso pode ser visualizado em gráficos como o Ripplecharts. Visualmente, o trader verá muito mais ordens em um orderbook, o que vai facilitar muito suas decisões. No esquema abaixo é possível absorver graficamente o que ocorre:

No exemplo, o par analisado é EUR/USD, note que o “combined orderbook”, que é mostrado nos gráficos e recebido pelos servidores agora contém 3 orderbooks em 1: EUR/USD + XRP/USD + XRP/EUR. Os preços serão mostrados em EUR, moeda base do caso.

Agora, por exemplo, o orderbook BTC.bitstamp/BRL.Rippex, além de conter as ordens de BTC/BRL, também terão as ordens de BTC/XRP e XRP/BRL. O resultado é um aumento imediato da liquidez visível:

Para ver se uma ordem pertence àquele orderbook ou se está “autobridged” pouse o mouse sobre a ordem e verá o rótulo “autobridged”.

Bons trades!

Equipe Rippex

Para saber mais mais:

https://github.com/ripple/rippled/commits/develop